Young business woman thinking of her plans

No mundo corporativo a presença da mulher tem sido marcada pela bipolaridade entre o que é previsível e o que é imprevisível na gestão. E quem melhor que a mulher para lidar com o imprevisível? Numa breve reflexão histórica e social percebemos o quanto as mulheres podem conviver com o inesperado e superá-lo. Todos nós conhecemos casos de superação onde mulheres, a despeito das dificuldades, se superam e vencem seus desafios.

Na maioria das empresas o que se percebe é que a presença feminina tem trazido uma contribuição relevante, que antes era desconhecida. É perceptível a maior capacidade das mulheres em trabalhar em equipe, por exemplo. Seu temperamento é mais adaptável, sua capacidade de ouvir é ampliada, são mais resistentes as adversidades, incorporam melhor os desafios e dedicam-se a eles, com maior afinco.

sandra foto preto no brancoÉ exatamente esse perfil feminino diferenciado e essa capacidade de adaptação que podem levar à inovação, à flexibilidade e à intuição para o âmbito das empresas, preparando-as para as novas exigências do mercado, pois o mundo corporativo está buscando cada vez mais, competências que a mulher desenvolveu, como resiliência ,detalhismo e criatividade, para que possam ser aplicadas, como diferenciais em todas as áreas da empresa.

A versatilidade que a mulher tem de acumular funções e desempenhar vários papeis, permite que ela também seja, em seu papel profissional, uma pessoa aberta, mais sensível, sem deixar de perseguir os objetivos de sua carreira.

Como características de diferenciação percebe-se que, via de regra,  são mais perceptivas, questionadoras, cobram resultados mais rápidos e vão mais a fundo para buscar soluções e resolver problemas. Além disso, tornam o ambiente mais humano  e acolhedor .15H11C184

O que fica evidente é que o acréscimo do pensamento feminino ao universo empresarial, tem se mostrado capaz de percepções e conclusões que, em um primeiro momento, são impossíveis ao homem, não porque seja menos inteligente, mas, simplesmente pelo fato de que seu cérebro é diferente. Sendo assim, o que se busca é a soma de talentos e não a divisão.

Compatibilizar esses talentos cria a necessidade de incorporação do “ser feminino” no universo masculino. E isso leva, inevitavelmente, a um reconhecimento da grandeza e sabedoria da alma feminina, o que, por sua vez, acaba gerando mais espaço para as mulheres.

Precisamos ampliar nossa capacidade de aprender a aprender, maximizando a riqueza da diversidade e mostrando o quanto é possível somar as habilidades de homens e mulheres na criação de um mundo corporativo equilibrado  e dinâmico.

Como você tem percebido essas transformações?

Você acredita que as  mulheres têm tido VEZ e VOZ, no mundo corporativo?

Carla Limongi

Sandra Faria

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário