APRENDA OITO ATITUDES INFALÍVEIS CONTRA O MEDO DE FALAR EM PÚBLICO

Imagine-se no palco de um auditório lotado. As luzes se apagam, as cortinas se abrem e seu nome é anunciado.  Você é o orador esperado, todas as atenções estão voltadas para você! O que você sente nesse momento? Medo? Se o sentimento for de medo, não se preocupe, essa reação é previsível. Muitos profissionais já experientes ainda passam por isso. É até útil uma dose moderada desse sentimento para nos estimular.

Falar em público está entre as situações que mais geram medo, ansiedade, tensão, nervosismo, boca seca, mãos trêmulas e vontade de desistir. Mas, afinal, por que nos sentimos assim? Existem alguns comandos mentais que podem potencializar nossas crenças limitantes e nos bloquear para a ação. Vamos a eles:

  • Sou um desastre quando tenho que falar para muitas pessoas;
  • Fico nervoso, vermelho como um pimentão;
  • Tenho medo das pessoas rirem de mim;
  • Não tenho talento pra isso, tem muita gente melhor do que eu;
  • Vai me dar um branco na hora de falar;
  • Tenho uma voz horrível;
  • Não vou conseguir prender a atenção das pessoas;
  • Meu discurso é pouco interessante.

Essas crenças limitantes são alimentadas por nossa baixa autoestima, autocrítica excessiva, medo de ser ridículo e por vivência de experiências anteriores frustrantes. Contudo, saiba que o poder das palavras é incontestável. Quem expressa suas ideias por meio delas, com lógica, fluência e segurança é capaz de ser legitimado pelos demais e por si mesmo. Está disposto a mudar esta situação? É possível, basta querer!

Nós conhecemos oito atitudes infalíveis que você pode começar a adotar pra te ajudar nisso:

1 – Planejar sua apresentação, considerando tempo, conteúdo e metodologia que irá adotar;

2 – Estudar e dominar o assunto que irá apresentar;

3 – Treinar em voz alta o que será apresentado;

4 – Praticar técnicas de respiração e impostação de voz;

5 – Utilizar técnicas de comunicação verbal e não verbal, nas suas apresentações;

6 – Ter pensamentos positivos na preparação e durante a apresentação;

7 – Não supervalorizar suas expectativas em relação à sua apresentação. Valorize o que você foi capaz de fazer;

8 – Buscar feedback de suas apresentações para melhoria contínua de sua performance.

E se você tivesse que acrescentar outra atitude infalível a esta lista, qual seria?

Carla Limongi

vempracontarh #metododeaprendizagemexperiencial#atendimentoonline #atendimentopresencial#mentoria#coaching

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário