AUTOCONHECIMENTO: EXERCÍCIO ESSENCIAL À LIDERANÇA

A definição mais popular de autoconhecimento é: conhecimento de si mesmo, das próprias características, habilidades, atitudes e sentimentos. A busca pelo autoconhecimento permite à pessoa que se lance em um mundo muitas vezes pouco visitado, para que seja capaz de reconhecer-se na sua totalidade, tal qual se estrutura na sua essência.

Permitir-se fazer essa viagem, para dentro de si mesmo, faz com que seja possível apropriar-se de seu jeito de ser, considerando suas habilidades, características, competências, seus pontos de destaque e também os que necessitam ser desenvolvidos ou aprimorados.

Essa não é uma jornada fácil, pois aceitar-nos como somos requer muita coragem. À medida que nos aceitamos, sem disfarces, somos capazes de potencializar nossos pontos de destaque e, ao mesmo tempo, nos dedicarmos a melhorar ou desenvolver aquilo que ainda não somos muito bons.

Quando nos referimos ao exercício da liderança, o autoconhecimento pode ser entendido como premissa básica do processo de autodesenvolvimento e o alicerce das relações interpessoais. Para que um líder possa exercer plenamente seu papel, deverá primeiro ter domínio pleno de si mesmo, sabendo lidar, de forma madura e equilibrada consigo mesmo, respeitando seus limites, superando seus medos e utilizando, de maneira assertiva, sua habilidade de liderar a si mesmo e aos outros.

Ao longo dos anos, considerando os vários clientes, de segmentos diversos de mercado, que tivemos o prazer de atender, chegamos a um conjunto de competências essenciais para o exercício da liderança, que são valorizadas pelos liderados e reconhecidas pelas empresas. São elas:

Assertividade: capacidade do líder em se posicionar da forma exata, no momento correto, sendo firme e direto, transmitindo segurança nas suas ações.

Comunicação: habilidade que o líder possui para transmitir informações de maneira clara e objetiva, de modo a garantir o perfeito entendimento por parte do seu interlocutor.

Criatividade: capacidade do líder em buscar soluções alternativas, sempre que necessário, para situações do dia a dia.

Formação de equipe: habilidade do líder em desenvolver pessoas, mantendo-as motivadas para suas atividades diárias.

Maturidade profissional: capacidade do líder em demonstrar domínio técnico e relacional, atuando de maneira equilibrada diante de diversas situações.

Planejamento e controle: capacidade do líder de pensar antes de agir, definindo plano de ação para suas metas diárias, implementando-as e acompanhando-as durante sua execução.

Resiliência: capacidade do líder em adaptar-se a situações adversas, de maneira serena e sem desgastes.

Diante disso, queremos propor a você o desafio de responder as seguintes questões: 1) Das competências citadas no texto, quais delas julga possuir e tem colocado em prática na sua atuação como líder? 2) Quais são as que ainda não possui e o que tem feito para desenvolvê-las, considerando que são essenciais para garantir um diferencial nos seus resultados enquanto líder? Pense nisso! Essas e outras reflexões estão presentes no livro ‘Liderar Agora: Simples Assim!’, escrito por mim e minha sócia, a psicóloga e mestra Sandra Faria.

Carla Limongi

vempracontarh #atendimentoonline #atendimentopresencial

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário